You are currently viewing Você não “tem que nada”
Photo by Pixabay on Pexels.com

Você não “tem que nada”

Quando estudamos os temas de talentos da Gallup em pequenos grupos, ganhamos a capacidade de analisar as semelhanças e diferenças entre eles e isso torna ainda mais rico o aprendizado.

Um dos grupos comuns de se juntar para análises é composto dos temas de talentos Realização, Ativação e Prudência.

Vou colocar aqui a descrição da Gallup para cada um deles:

Realização:

Pessoas excepcionalmente talentosas no tema Realização trabalham duro e apresentam muita perseverança. Elas têm grande satisfação em estarem ocupadas e serem produtivas.

gallup.com

Ativação:

Pessoas com forte tema de talento Ativação podem fazer com que as coisas aconteçam, tornando pensamentos em ação. Elas querem fazer as coisas agora em vez de simplesmente falar sobre elas.

gallup.com

Prudência:

As pessoas excepcionalmente talentosas no tema Prudência são melhores descritas pelo grande cuidado ao tomarem decisões ou fazerem escolhas. Elas antecipam os obstáculos.

gallup.com

Lendo a descrição dos três temas talvez você já tenha percebido algo interessante.

Quem tem o tema Realização como um de seus temas dominantes, fazem, estão ocupadas, são produtivas.

Quem tem o tema Ativação alto, adora começar coisas, fazer coisas acontecerem.

Os dois temas são muito ativos. Muito voltados para a ação.

Mas e o Prudência?

Bem, é muito comum as pessoas (até mesmo as pessoas que têm o talento prudência alto) verem este tema como o “patinho feio” dos três.

Tanto é verdade isso, que já perdi a conta de quantas histórias já ouvi de pessoas que, antes de descobrirem e entenderem a metodologia de talentos, exigiram comportamento oposto dos detentores desse tema de talentos ou até demitiram os pobres prudentes porque eles eram “lentos demais”.

A questão é que, se para a Gallup um talento é “um padrão natural recorrente de pensamento, sentimento ou comportamento QUE PODE SER APLICADO DE MANEIRA PRODUTIVA” e se Prudência é um talento, logo pode ser aplicado de maneira produtiva, tanto quanto Realização e Ativação, por que ele é tão mal-visto?

O que acontece, caro leitor, é que nós compramos algumas verdades absolutas que “o mundo” nos vende, se sequer questionar o “por quê” dessas verdades e passamos a acreditar piamente nelas.

No mundo atual parece que quem não é rápido, dinâmico, arrojado, está fadado ao fracasso.

MAS ISSO NÃO É VERDADE!!!!

Ou pelo menos não é necessariamente verdade.

Eu mesmo (e tenho certeza de que você também) conheço várias pessoas que não são nada disso e têm um sucesso absurdo. Assim como conheço um monte de gente que tem TODAS essas características e não tem nenhum sucesso.

Sabe por quê?

PORQUE NÃO É ASSIM QUE O MUNDO FUNCIONA!!

O sucesso vem de um milhão de fatores, entre eles aprender de verdade quem você é, quais os seus talentos e como tirar o máximo de resultado desses talentos.

Não adianta tentar ser algo que você não é!

É impossível!

Pare de comprar o que gurus te vendem como verdade e de se martirizar por não ser uma ou outra dessas coisas.

Descubra de fato quem você é e SEJA VOCÊ PARA CARAMBA. NO TALO.

Afinal, você não TEM QUE SER nada que você não é.

Boa sorte e sucesso.


Autor: Rodrigo Ferreira
Coach de Pontos Fortes
Faça Coaching!

Rodrigo Ferreira

Intelecção | Significância | Estudioso | Input | Relacionamento. Coach de Pontos Fortes, professional coaching, Strategic Mentoring, professor de MBA, Pós-graduado em Psicologia, Liderança e Coaching. 26 anos de experiência em Vendas. Tem ajudado vendedores, gestores e microempresários.

Deixe um comentário e eu prometo responder.